Controle de Odor

Pesquisas revelam os benefícios reais do uso de materiais sintéticos para
combater o odor corporal durante o exercício, mas também observam como
novos produtos híbridos envolvendo materiais de gerenciamento de umidade
e odor estão sendo comercializados com consequências ainda incertas para
o meio ambiente e saúde e segurança pessoal. Os têxteis que controlam
odores não contribuem muito para a redução da frequência de lavagem; por
esta razão, e pelo risco de poluir as águas por causa da nano-prata
encapsulada em alguns desses tecidos, eles representam um risco
ambiental. Dessa forma, verificamos que os têxteis de controle de odor não
são tão eficazes quanto os materiais mais tradicionais, como algodão, no
combate ao odor.

https://www.labellamafia.com.br/mulher/cropped-fitness
O fato de que o debate ambiental é fundamental para a indústria do vestuário
esportivo, principalmente pelo crescente número de praticantes de esportes
profissionais e recreativos, que esperam não apenas mais inovação, mas
também uma linha de produção verde. A indústria têxtil tem uma reputação
manchada como um empreendimento extremamente poluente há muito tempo
– e não sem uma boa razão. Uma área problemática é a da produção de
algodão amplamente utilizado em roupas esportivas; é altamente intensivo em
pesticidas e perigoso em termos de pós-tratamento e processos de
acabamento.

Leave a Reply

Your email address will not be published.